Shame on you.

>> 2 de abr de 2009

shame on you.

São quase três da manhã. Tenho trabalhado feito louca pra compensar os dias em que fiquei parada por causa da cirurgia. Encomendas antigas, produtos novos, logomarca, tag, embalagem, traduções, e-mails, idéias, idéias, idéias. Faço o que amo, então não vou reclamar disso. Mas também trabalho muito até amar o que faço. Até conseguir fazer o melhor possível não só para quem é cliente, mas para mim mesma.

Há coisas lindas e inspiradoras e pessoas lindas e talentosas por toda parte. É só olhar ao redor para provar isso. Eu, honestamente, acredito no potencial criativo de todos nós. Mas então, por que tem gente que descaradamente copia o que outra pessoa faz? É ingenuidade, preguiça, falta de imaginação, ou simplesmente falta de honestidade?

Admiro o trabalho de um monte de gente, mas essa admiração implica em respeito. Não ouso copiar o que os outros fazem, ainda mais por dinheiro. Para mim, usar idéias que foram semeadas, cultivadas e colhidas por outra pessoa, que pagou o preço por isso, não é nada além de roubo. E isso é feio, muito feio.

Então, shame on you se algum dia tiver a oportunidade de ler este post.

4 comentários:

Isabela Lopes Alves 5 de abril de 2009 22:20  

Ai Mary, isso de cópia é chato mesmo. Teve uma vez que uma menina copiou um colar meu, que eu tinha feito várias vezes tentando achar a combinação de cores ideal. E copiou a combinação também, não mudou nada. Se servir de consolo (o que geralmente não serve), você está sempre a frente de quem te copia e não é só um passo não, são vários!

Beijo!

Maryangela 18 de abril de 2009 21:26  

Pois é, pois é. Não dá mesmo pra entender. A pessoa em questão leu o que escrevi e veio se explicar. Não, ela não copiava. Não, ela só mudava um detalhe quando a cliente pedia. E, ofendida, ainda escreveu um monte de coisas se fazendo de vítima e me chamando de "maldosa" e blah blah blah. Que preguiça! Mas como todas as coisas cooperam, a história até me rendeu
um passarinho com direito a poeminha. =D

Andrea 27 de abril de 2009 12:59  

Olá Mary, primeira vez visitando seu blog e acredite, tudo é muito lindo. Sou solidária a você com relação a este post, as pessoas somente entendem a situação quando se sentem lesadas nas suas criações, digo a maioria, pois quem nunca sentiu na pele o que é ser copiada, e o pior, vender seu trabalho como se fosse autora, é realmente, muito desagradável. Não acredito em ingenuinidade com tantos alertas e globalização de notícias, com apenas um click do mouse hoje estamos no Brasil, daqui há segundos na Austrália...Acreditam que nós, quem criamos, passamos horas sentadas na frente de um PC ou mesmo em cima de uma máquina de costura somos egoístas, mas, ninguém vive de vento... o título de generosidade fica sempre pra quem copia tudo e distribui 'generosamente' trabalho dos outros, é muito fácil ser generoso com o chapéu dos outros... um grande abraço para ti...

Maryangela 27 de abril de 2009 15:51  

Oi, Andrea!

Nossa, é tão bom quando a gente se faz entender! Sei que muita gente não entende ou faz de conta que não entende. Mas sou meio teimosa mesmo - continuo acreditando que é importante é viver de um jeito que respeite aos outros e a nós mesmos. Afinal, a gente merece =D
Obrigada pelos elogios! Beijo!

Mary

  © Blogger templates The Professional Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP